O que é Employee Experience e porque adotá-la o quanto antes em sua empresa?


Muito se fala em Customer Experience (CX). Diversas empresas, inclusive, contam com um departamento exclusivo para garantir a melhor experiência possível aos clientes. Mas e quanto ao público interno, aos colaboradores? Aos poucos o conceito e as práticas de Employee Experience despontam no mercado corporativo.

Em um mundo caracterizado por mudanças constantes, trabalhos flexíveis e um senso maior de liberdade profissional, ter um olhar mais atencioso para a equipe é indispensável. Temas como a retenção de talentos, engajamento do time e consistência em longo prazo precisam ser tratados de forma mais enérgica.

Mais do que as condições de trabalho oferecidas, como tem sido a experiência do seu pessoal? Entenda a seguir porque ela é tão importante e urgente!

O que é Employee Experience?

Em português, “Employee Experience” significa experiência do funcionário, termo que define um conceito muito parecido à CX. Entretanto, com foco no público interno.

Ao contrário do que se pode presumir, num primeiro momento, essa experiência não se limita ao tempo que o colaborador passa dentro da empresa. Ela abrange toda a sua jornada, que começa na divulgação da vaga, passa pela contratação, se mantém ao longo dos anos de serviço e se estende até o pós-desligamento. Portanto, há muitas etapas e cuidados a serem tomados.

O negócio realmente precisa se comprometer com todo o processo. Assim, além de pensar em pessoas, ele deve se preocupar com os mais variados recursos, tais como tecnologias, infraestrutura, políticas e cultura organizacional. O objetivo deve ser promover o bem-estar e a satisfação do funcionário. Isto passa por questões como oportunidades de crescimento, conforto físico, valorização do capital humano, capacitação e equidade, dentre tantos outros fatores.

Mas, afinal, quais as vantagens da Employee Experience?

Estabelecer uma política de Employee Experience traz benefícios para toda a empresa. Sobretudo considerando o atual cenário corporativo, no qual a retenção de talentos se tornou tão urgente.

A Experiência do Funcionário é capaz, por exemplo, de:

  • – Atrair e reter talentos;
  • – Reduzir o absenteísmo;
  • – Aumentar o engajamento do time com a cultura e os objetos do negócio;
  • – Promover uma reputação positiva da empresa;
  • – Ampliar o quadro de defensores da marca;
  • – Melhorar o clima de trabalho;
  • – Estimular o aumento de produtividade. 

Então, você e seu negócio estão preparados para implementar a Employee Experience? Lembre-se que o ambiente do escritório é primordial para garantir o conforto e a satisfação da equipe!

Leia nosso artigo sobre as tipologias indicadas para o novo espaço de trabalho.